CONFIRA ‘WILL’ E ‘GOING TO’ DE UM JEITO QUE VOCÊ NUNCA VIU!

Há um momento na vida que todo estudante de inglês vai se confundir com ‘will’ e ‘going to’ e buscar as diferenças entre eles. Isso é normal e talvez por isso você esteja aqui! Sabemos que os dois são usados para expressar uma ideia no futuro. E traduzidos igualmente em português. E aí começa a confusão.

Bem, gostaria que você esquecesse tudo que você já leu sobre isso. Eu te peço isso porque eu quero realmente esclarecer isso pra você. Até porque existe muita informação confusa – e errada –  na internet. Quer um exemplo?

Muitos professores explicam os dois afirmando que: ‘will’ se refere ao futuro distante e ‘going to’ ao futuro imediato. Esqueça isso, please!

Eu posso dizer  ‘I am going to travel to Europe in 2019’. Faltam 3 anos, é um projeto bem distante e estou usando ‘going to’. Nesse exemplo essa regra cai por água abaixo. Então por isso eu te peço que esvazie o cérebro e aí podemos partir para outras conexões.

E claro entenda mais uma vez que quando falamos de aprendizado de línguas nem sempre há regras rígidas, ou fórmula, como na matemática. A melhor maneira de aprender um idioma é observar o uso. E através da observação de fatos, é possível explicar da seguinte forma.


QUANDO USAR ‘WILL’ E ‘GOING TO’

 

Usa-se  going to quando prevemos um possível resultado futuro, baseado em evidências no presente (dos quais não temos controle) que nos levam a crer que aquilo vai acontecer.

Como quando vai chover por exemplo. As nuvens escuras geralmente indicam que a chuva está a caminho.

Logo, podemos concluir que é mais certo que aquilo ocorra. Por isso aprendemos que ‘going to’ é usado para coisas planejadas. Porque se está planejado, possivelmente acontecerá. É um indício, tanto quanto as nuvens negras indicando a chuva que está por vir.

Então eu posso dizer as seguintes frases:

 

Exemplo #1The traffic is terrible. I’m going to miss my flight.
(O trânsito está terrível. Vou perder meu voo).

 

Exemplo #2Not a cloud in the sky. It’s going to be another warm day.
(Sem uma nuvem no céu. Vai ser outro dia quente).

 

Exemplo #3Arthur, pay attention to what you are doing. You’re going to spill your coffee. (Arthur, presta atenção no que você está fazendo. Você vai derramar seu café).

 

Já com o will, esses elementos que nos ajudam a indicar a possibilidade de que vai acontecer ou não, não existem. Por isso não podemos ter certeza de algo. A frase fica mais baseada na opinião do falante, ou ainda no que ele acredita. E podemos geralmente usar com as expressões provavelmente, possivelmente, eu acho… Veja:

 

Exemplo #4She’ll probably be a great teacher.
(Ela provavelmente será uma ótima professora) / [Opinião de alguém sobre ela]

 

Exemplo #5I guess the boss won’t be very happy.
(Eu acho que o chefe não ficará muito contente) / [No sentido de acreditar que ele não vai gostar daquilo]

 

Exemplo #6I am sure you will love them.
(Tenho certeza que você vai amá-los) / [Opinião de alguém]

 

Também é bem comum usar o ‘will’ para quando se decidi algo no momento em que se está falando. Como quando você responde ao garçom no restaurante, por exemplo.

 

Exemplo #7Can I get you something to drink?
(Posso trazer alguma bebida?)

                            I will have water, please.
(Quero uma água, por favor).

 

Porém, depois que a decisão foi tomada, fale sobre isso usando ‘going to’. Veja o exemplo:

 

Exemplo #8I will call Jenny to let her know. Sarah, I need Jenny’s number. I’m going to call her about the meeting’.
(Vou ligar para Jenny pra avisá-la. Sarah, eu preciso do número da Jenny. Vou ligar e falar sobre a reunião).

 


Veja que tudo depende da sua intenção e também das situações, como explicado acima. Na dúvida, devemos seguir uma escala de possibilidades. Sendo ‘going to’ mais certeiro que  ‘will’.

Logo você pode encontrar a mesma frase com os dois jeitos, mudando um pouco o sentido.

I am going to travel to the USA’ ou ‘I will travel to the USA’. A tradução é a mesma, mas a primeira frase indica que você está se programando para aquilo, tem evidências de que vai acontecer. Talvez você já tenha até a passagem comprada. Qualquer coisa mais concreta pode indicar a viagem que a viagem vai mesmo acontecer. Já com o ‘will’, você tem a vontade, pensa em ir, mas ainda não se mexeu muito para organizar as coisas. Logo, a viagem pode ou não acontecer!

Está claro? Deixe nos comentários, porque nós queremos criar um conteúdo claro pra você.

Thanks for being here. See you!

 

  • Ingrid

    Muito bom, obrigada!

    • Inglês na Sua Casa

      Thank you! =)

  • gitana nebel

    Hi! Li que o “be going to” é mais usado em contextos informais. Vcs estão de acordo?
    Thanks!