TOP 7 MÚSICAS FÁCEIS [E CLÁSSICAS] PRA APRENDER INGLÊS

Você está em busca de músicas fáceis pra aprender inglês? Então fica aqui porque a gente precisa conversar. Eu levei pelo menos uns 30 minutos só para decidir as músicas que considero valiosas para quem está começando a estudar inglês. Claro que existem centenas, e pegar apenas 7 foi um grande desafio.

Nós já falamos sobre os benefícios de aprender inglês com música aqui no blog e você pode conferir clicando aqui. É um post super bacana que te ensina como estudar com músicas através de um passo a passo.

Não vá achando que dar o play é estudar. Se você quer realmente tirar o melhor proveito de cada song, abra o link, deixe aberto aí em outra aba e depois que terminar esse post, confira lá. Caso você prefira em vídeo, temos o mesmo conteúdo no YouTube e você pode acessar aqui.

E antes de começarmos a listar as top 7 músicas fáceis pra aprender inglês, eu quero te dizer que essa é uma listinha super especial e pessoal. São clássicos da música que eu, particularmente, gosto muito. Mas além disso, como teacher, as considero fáceis pelo conteúdo e também ritmo e melodia, sendo fácil de acompanhar. Utilizando as técnicas ensinadas no outro artigo ou vídeo, você conseguirá cantá-las rapidamente.

Estou animada. Vamos lá? Mas antes me prometa que depois você vai escolher pelo menos uma delas, colocar as técnicas em prática  e voltar aqui e me conta como foi. Espero que você também goste delas.


 

MÚSICAS PARA INICIANTES (E APAIXONADOS POR CLÁSSICOS)

Antes, deixa eu apenas te informar que clicando nos nomes das músicas ou artistas, abrirá uma aba no YouTube com a versão citada.


#1 – IMAGINE – JOHN LENNON

 

Lançada em 1975 essa é realmente um clássico. É considerada uma das 100 mais tocadas no século 20. Com certeza não poderia ficar de fora. Além de ter uma melodia fácil de acompanhar. E aborda pontos essenciais para uma boa comunicação como there is, o verbo to be no presente, futuro com will e vocabulário bem variado.



#2 – WHAT A WONDERFUL WORLD – LOUIS ARMSTRONG

 

Que clássico. Foi lançada em 1967 por Louis Armstrong. Essa música, também de melodia muito simples foi reproduzida pelo projeto Playing for change , uma versão muito divertida e bonita da música. A participação do Grandpa Elliot com corais de crianças ao redor do mundo deixou a canção muito especial. Outra versão que vem se espalhando, é a cantada pelo brasileiro Tiago Iorc. A música é muito fácil, pois trabalha muitos verbos no presente expandindo bem o vocabulário, traz o verbo to be, o futuro will e vocabulário muito simples.  



#3 – OVER THE RAINBOW – JUDY GARLAND

 

Essa música ficou famosa na voz de Judy por conta do filme “O mágico de Oz” em 1939. Ela foi escrita por Harold Arlen e atualmente não é tão comum na versão original. A versão mais ouvida hoje em dia é a de Israel Kamakawiwo’ole. Inclusive, tem uma que ele junta Over the rainbow com a música anterior (What a wonderful). Também pode ser ouvida na voz da brasileira Luiza Possi ou do grupo Pentatonix. Igualmente as duas primeiras, a melodia é muito simples de acompanhar e também trabalha o presente, verbo ‘to be’, o futuro ‘will’ e possui vocabulário simples. Utiliza também o modal verb can.

 

#4 – THREE LITTLE BIRDS – BOB MARLEY

 

Lançada pelo Bob Marley em 1977, acredito que quase todo mundo (só para não dizer todo mundo mesmo) saiba cantar o refrão “don’t worry about a thing, ‘cause every little thing is gonna be alright’. E talvez seja um pouco difícil imitar o Bob que “comia” um pedaço das palavras, mas tente reproduzir sem ver a letra depois do estudo. Tentando reproduzir apenas através dos sons. Essa música é excelente, pois apesar de simples como as outras, a  letra se repete bastante. Também já traz algumas gírias como ‘cause’ e ‘gonna’.

 

#5 – EVERY BREATH YOU TAKE – THE POLICE

 

A banda The Police lançou essa música em 1983 e se manteve no topo das 100 mais tocados por 30 dias seguidos. Por isso ela merece estar nessa lista. Será que alguém consegue não gostar dessa música? (brincadeira, sempre tem alguém) Com palavras muito simples e diversos verbos no presente para expandir o vocabulário, a música utiliza o futuro will, o modal can e tem até mesmo uma frase no present perfect. Uma parte dá uma aceleradinha na melodia, te desafiando a cantar um pouquinho mais rápido.

 

 

#6 – I DON’T WANNA MISS A THING – AEROSMITH

 

A música estouro em 1998, o maior sucesso da banda Aerosmith. Trilha sonora do filme Armagedom se tornou um clássico. Assim como a anterior, essa se manteve como a primeira das 100 mais tocadas por 30 dias. Ela tem uma gramática bem variada e dá para observar vários padrões diferentes, tornando um estudo bem completo para iniciantes. Você encontrá could, bastante uso do verbo to be, would, will, verbos no ing, entre outros elementos.

 

 

#7 – SOMEWHERE ONLY WE KNOW – KAENE

 

Essa não é tão antiga quanto as outras, foi lançada em 2004 pela banda Kaene. Porém ficou mais conhecida recentemente na voz de Lily Allen, também porque foi trilha sonora filme do O Pequeno Príncipe. Eu deixei ela por último porque gramaticalmente ela aborda muito do que foi citado acima e usa bastante passado simples, apresentando alguns verbos irregulares e alguns também alguns usos na estrutura do present perfect. É simplesmente maravilhosa. E como “O Pequeno Príncipe” é meu livro favorito, não pude deixar de trazer algo que gosto muito para você apreciar também.


 

Se você chegou até aqui parabéns, tenho algo extra para você. Eu até ia parar por aqui, mas o Tarcio não se conformou com o fato de eu não ter escolhido Blowing in the wind do Bob Dylan. E como eu não quis abrir mão de nenhuma das 7 anteriores, concordamos em colocar esse bônus aqui.

 

#8 – BLOWING IN THE WIND – BOB DYLAN

 

Literalmente um clássico, foi lançada em 1962. Dizem que foi escrita em forma de protesto, sobre a paz, a guerra e a liberdade. “The answer, my friend, is blowin’ in the wind, the answer is blowin’ in the wind”. Perfeita para praticar a estrutura how many e o modal verb must Também aparece bastante.


 

Wow!!!

Agora sim você tem um repertório clássico para iniciantes. Eu abordei os termos gramaticais para que você pudesse perceber o motivo de eu ter escolhido essas músicas para você. Porém, durante seus estudos, não foque no nome das estruturas e sim como elas são utilizadas. Seguindo as dicas desse post “Conheça os benefícios e anote as dicas para aprender inglês com música” você poderá tirar muito proveito delas.

Espero que você tenha gostado dessa seleção top 7 músicas fáceis pra aprender inglês que fiz pra você. E lembre-se de compartilhar com seus amigos.

Conhecimento é algo que podemos compartilhar infinitamente e nunca ficaremos sem.