COMO ESTUDAR COM OS CONTEÚDOS PUBLICADOS PELO INGLÊS NA SUA CASA?

“-Teacher, como estudar inglês por conta própria?” ou “Como estudar inglês pela internet?”

Já recebemos essas perguntas muitas e muitas vezes através das nossas redes sociais.

Bom, eu não tenho a fórmula mágica, até porque nem acredito que exista uma. Mas no post de hoje quero te dar algumas dicas sobre como aproveitar todo esse conteúdo gratuito que rola na rede da melhor maneira possível.

A principal queixa de quem tenta estudar em casa é a falta de sequência. Acostumados com os métodos tradicionais, os alunos tendem a querer um conteúdo programado, que vá do iniciante ao avançado abordando aspectos gramaticais. Primeiro o verbo to be, depois o presente, logo mais o passado e depois o futuro… uso dos modais, presente perfeito e assim por diante.

Então a primeira dica seria exatamente essa. Deixe de lado essa história de sequência baseada nas classes gramaticais (e aproveite as dicas de milhares de professores online). Essa sequência não é necessariamente a melhor maneira de seguir com seus estudos. Aliás, no nosso ponto de vista, o sucesso do seu aprendizado está na habilidade de viver e se cercar do idioma utilizando textos, filmes ou músicas, sem se preocupar com muito com os aspectos gramaticais.

Nós já fizemos alguns posts ensinando sobre como aprender inglês com filmes/séries e músicas. E também sobre como ler em inglês. Acreditamos que o conjunto das habilidades de listening, reading, writing e speaking é o que levará o aluno ao sucesso, clique aqui para saber mais sobre as habilidades em inglês.

 


MAS ENTÃO COMO EU FAÇO PARA APRENDER INGLÊS PELA INTERNET TEACHER?

Como aprender inglês pela internet

Além de seguir as dicas dos posts linkados acima, hoje quero falar especificamente de como aproveitar esses artigos que publicamos toda segunda, quarta e sexta-feira com expressões, falsos cognatos, phrasal verb, entre outros (e também os vídeos que vão ao ar toda quinta-feira no nosso canal).

Claro que não apenas aqui no Inglês na Sua Casa, mas você também pode aplicar essa dica para estudar através de outros sites de professores que estão comprometidos com seu aprendizado.

A primeira e talvez mais importante delas é que você entenda uma coisa simples: Ler não é estudar. O que eu quero dizer com isso? Que ler o post uma vez e ver o que a expressão significa, no site ou através das dicas que damos nas nossas redes sociais, não fará com que você memorize para sempre.

Quando você lê um artigo nosso, é como se você estivesse recebendo o conhecimento em uma sala de aula, porém é necessário o estudo para que seu cérebro entenda aquilo como importante. Já vou dizer como você pode estudar esses post mais adiante.

Antes é importante que você entenda que de acordo com o professor Pierluigi Piazzi, famoso Pier, quando adormecemos, todas as noites nosso cérebro faz uma faxina. Ele vai analisar o que é importante para guardar e jogar fora todo o resto para que no dia seguinte tenha espaço para absorver mais conhecimento. E talvez você se pergunte, mas como dizer ao nosso cérebro o que deve ou não ser arquivado?

Bom, um dos aspectos é a emoção, ela grava. Sendo positiva ou negativa, a emoção faz com que lembremos de algo para sempre. Fuce aí nas suas melhores memórias… com certeza o riso ou o choro estão presentes. É claro que você não vai se emocionar ao ler um post com uma dica na internet, fica meio fora de controle contar com a emoção para melhor fixação. Mas há uma maneira de você potencializar seu aprendizado que esteja no seu controle.

Professor Pier dizia ainda que para que o nosso cérebro entenda que aquilo é importante, é necessário reforçar escrevendo, com papel e caneta mesmo. Quando escrevemos aquilo que aprendemos, estamos dizendo ao nosso cérebro que ele deve guardar aquele conteúdo em um lugar importante.

E por experiência própria acreditamos ser extremamente eficaz, por isso vamos colocar um passo a passo para você seguir. Lembrando que o que você vai ler a seguir não é científico, e sim as observações de dois professores que já foram alunos assim como você.

Ou seja, vamos dar um exemplo. Supondo que você leu um artigo aqui, “o que significa by the way?”. E agora…como fazer o estudo desse conteúdo? Qual a melhor maneira de aproveitar esse texto?

Depois de ler o texto,você vai …

 

(#1) Ouvir as frases que disponibilizamos no site pelo menos cinco vezes.

Tente reproduzir em voz alta. É importante que você se acostume desde já a falar, mesmo que sozinho, sempre em voz alta para treinar a musculatura da boca e também praticar os sons que não temos no nosso idioma, como o th.

Feito isso …

 

(#2) Você vai imaginar situações na sua vida em que você poderia aplicar essa nova expressão.

É importante conectar com o real. Tente se lembrar de alguma forma que você poderia utilizar ‘by the way’, aliás uma não, várias. Além de pensar no que aconteceu, pense também de que forma isso poderia ser usado no seu trabalho durante uma conversa, ou em casa com seus familiares e até mesmo com seus amigos. Quando você conecta com sua realidade, você cria uma conexão mais verdadeira com o conteúdo, e isso auxilia na memorização.

Agora que você já se lembrou ou imaginou esses momentos …

 

(#3) Escreva-os em pelo menos 5 frases.

Passe todas essas lembranças e imaginações para o papel. Você pode ter um caderno de expressões se quiser, assim todo esse conteúdo ficará no mesmo lugar.

Depois de ter elaborado suas próprias frases, montadas por você de acordo com sua realidade é importante revisar. Revisão é uma das chaves de sucesso. Ninguém lembra de algo que aprende logo de primeira, é necessário esbarrar naquilo muitas vezes. Então …

 

(#4) Revise todos os dias  até que fique natural para você.

No momento que você puder, antes de sair de casa, no horário de almoço, no ônibus, à noite… não importa, mas revise. Todos os dias. Sempre que você for revisar suas frases do seu caderno, tente não pensar na tradução e sim imaginar a cena que você descreveu. Se possível feche os olhos os reproduzir a frase e imagine.

Às vezes, volte algumas frases mais antigas e releia novamente. Se todos os dias você aprender algo, seguir esse passo, terá bastante conteúdo a cada dia. Mas é algo que pode ser feito dentro de alguns minutos e a revisão também. Você inclusive deixar na cabeceira da sua cama e ler todos os dias antes de dormir. Você sempre estará adiocionando frases novas e consequentemente não precisando revisar mais as antigas.

Uma outra maneira de fazer esse passo a passo é utilizando ferramentas de repetição espaçada, como o Anki. A única parte de ficará um pouquinho diferente, é que por ser um programado no computador ou celular, você poderá adicionar as frases que escreveu previamente lá. E o próprio programa te dirá quando é o momento ideal de revisar esse conteúdo. Vamos fazer um post específico sobre o Anki em breve.

De qualquer forma, a ideia principal deste texto é te conscientizar sobre a importância de viver o conteúdo, estudando e sempre conectando com sua realidade e claro, revisar. Estudar inglês pela internet é mais simples do que se pensa.

Espero te ver mais vezes por aqui, aproveitando todas as dicas que escrevemos para você. Comece a por em prática agora mesmo. Visite nossas categorias: Como se fala em inglês?, O que significa…, Parece mas não é , Phrasal Verb, Qual a diferença…? e Top 7.


Bons estudos, até mais!

  • Jonas Fonseca

    Eu utilizo o ANKI (programa de repetição espaçada) para reter/absorver todas as frases que eu prático. É uma ferramenta muito eficaz.

    • Inglês na Sua Casa

      Opa Jonas. Com certeza é uma excelente ferramenta. Falamos dela no fim do post, mas queremos fazer um post especial falando só disso! Obrigada pela sua contribuição!