A METODOLOGIA MAIS PODEROSA PARA VOCÊ APRENDER INGLÊS É A SUA DEDICAÇÃO

 

Hey, how are you? Como está seu processo de aprendizagem? Conta pra mim nos comentários, que quero muito ouvir de você. Sabe por quê?

Eu também já fui aluna. Já quis aprender inglês rapidamente. Já me vi apertada financeiramente por investir uma fortuna em cursinhos de inglês. Já me arrependi de não ter começado antes, acreditando que só aprende quem começa cedo. Já me frustrei com meu desenvolvimento.

Por isso eu quero dividir algo com você hoje. Uma experiência bastante pessoal do meu processo de aprendizagem. E pra começar, a primeira coisa que eu quero que você saiba é: não existe fórmula mágica.

Se você está esperando cair do céu aquele microchip que você implantará no cérebro e vai poder compreender e falar, sinto muito. Ainda não chegamos nesse estágio da tecnologia. Até existe um aparelhinho que te ajuda na compreensão, mas ele ainda não possibilita que você se expresse.

Também não vai vir um professor com uma metodologia sensacional para você aprender rapidamente sem muito esforço. Esqueça isso!!!

Não existe apenas um método correto. Existe aquele do qual você gosta, se adapta, se entrega. Então isso depende exclusivamente da sua DEDICAÇÃO.

Se você ainda não tem motivos pra aprender inglês, tenho certeza que depois de conferir este artigo sua opinião vai ser diferente. Clique e descubra 4 motivos porque você deve começar a aprender inglês agora mesmo.


INGLÊS É PRÁTICA DIÁRIA!

Como aprender inglês mais rápido

Quando eu converso com alguém sobre o aprendizado de inglês, gosto de perguntar o seguinte: quanto tempo por dia você se dedica?

Ops, você não tem estudado todos os dias? Então sinto muito. Seu processo vai ser mais lento do que você gostaria.

Você precisa de prática diária. Isso mesmo. Diária. Isso significa que você precisa sentar e estudar um pouquinho todos os dias. Mas não quer dizer que precise ser por duas horas. Uma prática de 30 minutos é suficiente, mesmo que pouco, o importante é que seja todo dia.

Também não quer dizer que você precise se fechar num livro de gramática. Aliás, não faça isso! Não se frustre, não destrua o prazer do aprendizado. Entenda que estudar é de alguma maneira o conjunto de técnicas, práticas ou metodologia, aprender mais do que você sabia ontem.

E antes que você use o tempo como desculpa, pensa bem. Você não tem mesmo 30 minutos por dia? Do que você poderia abrir mão pra focalizar sua energia nos estudos por um tempo tão curto?

Eu só aprendi inglês quando eu compreendi que a responsabilidade do meu aprendizado era única e exclusivamente minha. Que as escolas que eu frequentava serviam apenas como guias nesse processo. Que não adiantava frequentar o curso duas vezes por semana e não abrir o material em casa, não procurar por materiais complementares.

Pare de culpar o sistema e reflita. Você tem se dedicado o suficiente? Tem aproveitado o método pelo qual você está pagando?

Para aprender inglês rapidamente é necessário fazer uma imersão, transformar o ambiente ao seu redor, consumir o máximo de inglês que você pode. Seja lendo, ouvindo, assistindo. Essa imersão pode ser aqui mesmo, no Brasil. No seu celular, no seu quarto, nos seus hábitos.


COMO MÚSICAS E FILMES PODEM FACILITAR NESSE PROCESSO

Aprender inglês com filme e música

Estudar inglês não precisa ser sofrido, doloroso, tenebroso. Você gosta de música? Gosta né. Acho que todo mundo gosta de música. Elas têm o poder de mudar nosso humor, influenciar nosso dia. São as trilhas da nossa vida. E ainda ajudam no aprendizado.

Então clique aqui e conheça os benefícios de aprender inglês com música e aprenda o passo a passo pra você tirar o melhor proveito disso.

E que tal aprender inglês com filmes ou séries? Parece divertido pra você?

Então confira aqui o nosso artigo sobre como aprender de forma divertida. Da comédia ao drama, você pode aprender da maneira que gosta.

Se você souber associar seus hobbies com o aprendizado do idioma, vai poder tirar proveito de muito do que você já faz no dia a dia.

 


CRIE UM HÁBITO DE ESTUDO

Criar hábito para estudar inglês

Lembra de quando você começou a digitar no computador? Ou observe seus pais… Os dedos ainda são meio enferrujados, vamos dizer assim.

A prática torna o processo cada vez mais fácil e ágil. Assim é o hábito de estudar. Deve ser um processo natural, que faz parte do seu dia. Assim como acordar, tomar café da manhã… Confira um trecho retirado do artigo “Como desenvolver o hábito de estudar”:

“Hábito pode ser definido como um comportamento que determina a pessoa que aprende e repete frequentemente, sem pensar como deve executá-lo.

Quando você o executa um hábito diversas vezes, ele passa a ocorrer de maneira automática. Por que isso é importante? Porque é justamente o que você vai usar para conseguir estudar com mais eficácia.

Hábitos acontecem porque a todo o momento o nosso cérebro está procurando maneiras de poupar esforço. O cérebro tenta transformar toda ROTINA em HÁBITO. Dessa forma o cérebro se torna mais eficiente. Pense em quantas ações você realiza e nem sequer pensa nelas, como escovar os dentes, amarrar os cadarços, pentear os cabelos. Até ações mais complexas como dirigir ou executar tarefas complicadas no trabalho.

A ROTINA pode se tornar um HÁBITO, ou seja, tudo o que você executa repetidamente. Um dos problemas disso é que você pode desenvolver um bom hábito ou um mau hábito.

– Bons hábitos são aqueles que tornam sua vida mais produtiva ou saudável sem prejudicá-lo, por exemplo, o hábito de estudar todos os dias ou de exercitar-se;

– Maus Hábitos são aqueles que te prejudicam, por exemplo, o hábito de ficar 3 horas por dia nas redes sociais ou navegando a toa na internet.”

O trecho acima foi retirado do artigo “Como desenvolver o hábito de estudar”,  do professor Leandro Piccini. Onde ele explica o passo a passo para criação de um hábito de estudos. Ele fala sobre matérias variadas, mas dá para tirar proveito para o inglês. Para ler o artigo completo clique aqui.


COMO NOS TORNAMOS PROFESSORES EM MENOS DE 1 ANOS DE ESTUDOS

Como me tornei professora de inglês

Primeiro preciso te explicar que fomos para um intercâmbio na Irlanda com o inglês básico. Muito básico mesmo. Não sabíamos nos comunicar e nem entendíamos o que as pessoas falavam. Posso dizer que saímos do 0,1%.

E em menos de um ano, ao retornar o Brasil, virei teacher da maior rede de idiomas do Brasil.

E aqui está o segredo do processo da nossa aprendizagem: nós demos 100% do nosso suor aos estudos, a nossa alma para tornar esse processo mais rápido.

Não foi apenas escola, a metodologia ou o fato de estar em outro país. O que fez a diferença mesmo foi a dedicação total, o comprometimento com aquilo que eu mais queria: falar e dominar o inglês.

Frequentávamos a escola de manhã, saímos à rua pra praticar à tarde, e estudávamos mais 4 horas à noite.

Em menos de um mês eu já podia compreender o contexto das conversas. Podia expressar minhas vontades. Cometendo diversos erros, óbvio. Mas eu me expressava. E era compreendida.

Nesse mesmo mês já fui contratada por uma família para cuidar de duas crianças. Veja bem, em um mês, sai do básico ao necessário para estabelecer uma comunicação!

Eu não me lembro de quando comecei a falar inglês efetivamente. Essa transição não é bem definida pelo meu cérebro. Não é possível afirmar  “dia 25 de janeiro comecei a falar inglês”. Sabe por quê?

Porque eu tentava falar todo dia e mais importante, desde o primeiro dia. Então, para mim, eu falo inglês desde que cheguei lá. E essa evolução do idioma foi natural, adquirida dia a dia, através da DEDICAÇÃO.

Com 6 meses eu já dominava a língua e me expressava em qualquer situação. Ao final da temporada na Irlanda, que completava 10 meses, já tinha alcançado o inglês avançado que eu tanto almejei. Tendo a capacidade de me tornar professora em menos de um ano de estudos. E com muita coisa para aprender. Pois nunca concluímos. Sempre temos algo para aprender.


CONCLUSÃO

– Não há metodologia correta ou errada. E sim aquela que você se adapta e se entrega.

– Não há progresso rápido sem dedicação, foco e comprometimento.

– Não há fórmula mágica, muito menos milagre.

– Sua disciplina é a melhor metodologia.

 

Qual a sua história? Como está seu processo de aprendizado? Quais suas vitórias e dificuldades?

Não deixe que a frustração impeça seu progresso. Encontre o melhor caminho pra você e agarre.

Conta pra mim, eu quero te ouvir, te compreender, te ajudar, te guiar e te mostrar que é possível sim aprender inglês de forma prazerosa e rápida.

Se de alguma forma esse artigo gerou valor pra você, compartilhe com seus amigos.

Até mais!

 

  • Liane Kusbick

    Inspirador! isso foi uma pedrada na minha cabeca, Moro na Inglaterra ha quase 1 ano e se eu parei 5 dias pra estudar ingles foi muito. Nao sou determinada em nada eu acho, dificilmente termino o que comeco e sei que so me da vontade de estudar ingles quando me aborreco com meu esposo, coitado percebi que eu me “garantia no ingles dele”, me pendurava nele, tipo esperava que ele resolvesse tudo. Num dos meus dias de decepcao por meu esposo nao resolver as coisas dele e as minhas rs achei vcs !!! E parece que agora eu vou pra frente, o mais dificil pra mim e realmente o foco e a determinacao. Mas vou seguir as dicas, e acordar pra vida!! Obrigada!

    • Inglês na Sua Casa

      Liane, esse comentário nos dá energia para seguir em frente com nossos objetivos. Isso que nós do Inglês na sua Casa queremos, ajudar a despertar a consciência para o aprendizado. Você pode contar com a gente sempre nesse seu processo. Estamos juntos!